quarta-feira, 29 de março de 2017

Pedagogia Sistêmica aponta o afeto como uma das causas do TDAH infantil


“Não existe fracasso escolar, existe o grande amor das crianças por seus pais.”

Dita assim, a frase pode parecer sem sentido. Mas inserida no contexto da pedagogia sistêmica é a resposta para o maior dos desafios da educação.
O assunto foi tema de uma palestra proferida por Angelica Olvero na Universidade de Brasília. Diretora Corporativa Acadêmica e de Investigação Educativa da Universidade Emílio Cárdenas (CEDUC), ela estuda e forma professores nessa especialização há 16 anos.
Ao longo de seus 46 anos de formação em pedagogia, Olvero diz ter encontrado a solução para os principais problemas da educação, na união da base teórica da pedagogia aos ensinamentos do filósofo e professor alemão Bert Hellinger, o criador das constelações familiares.
O resultado é uma abordagem mais completa e sensível do histórico de cada membro participante do processo de aprendizagem. Em sua apresentação, Olvero pediu que espectadores representassem pai, mãe, criança, escola, professora, ensino da matemática e violência.
Com um trabalho semelhante ao feito na constelação familiar, ela mostrou quais são os cinco principais problemas encontrados nas escolas atualmente:

1) Desvio de função

Quando a professora ou o professor percebe na criança a ausência da mãe ou do pai e se sente no dever de assumir esse papel, a aprendizagem é prejudicada. Em vez de atuar como mestre e se concentrar na transmissão do conteúdo, passa a cuidar, consolar, ajudar a criança que está passando por algum problema, colocando o ensinamento e as outras crianças em segundo plano.

2) A culpa

Se as crianças não vão bem na escola começa um jogo de empurra. A família culpa a escola. A escola culpa o professor. O professor culpa a criança. A criança se sente culpada e a família se volta contra a escola. Segundo Angelica Olvera, a solução para esse conflito é o respeito. Os dois espaços, tanto o escolar quanto o familiar, precisam ser respeitados para que a criança se desenvolva bem.

3) O problema da criança

Onde está a atenção da criança que não consegue se concentrar na escola? O que a preocupa? De acordo com Olvera, essa é a reflexão que pais e mestres precisam fazer para descobrir a origem da agitação ou tédio que impedem as crianças de aprender.
“Tenho, na minha biblioteca, mais de cem livros sobre o Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade. Mas a resposta não está lá. Está aqui”, disse ela.
De acordo com a especialista, se a criança não quer ir para a escola é porque existe algo mais importante a preocupando. Ela se sente no dever de cuidar do pai, da mãe, dos irmãos, que podem estar passando por alguma dificuldade. Ela sente, sabe e precisa ajudar.
“Nós compramos livros, fazemos cursos e nada funciona. Viajei muitíssimo. Nenhuma escola do mundo tem a resposta porque é isso. Ninguém tem culpa. Só que a criança precisa estar com a família”, explica.

4) Violência

Para Olvera, o problema começa na família. A violência presente em uma família desestruturada, onde existem ameaças, discussões, agressões, se expande até a escola, onde as crianças reproduzem o que sofrem, prejudicando outras crianças e famílias. A grande incoerência, no entanto, é que para acabar com a violência, a escola gera mais violência, com medidas punitivas e improdutivas. A solução, na opinião de Algelica Olvera é tratar as famílias individualmente por meio da terapia sistêmica de Bert Hellinger.

5) A presença dos pais

Os pais tanto das crianças quanto dos professores também precisam estar presentes na escola para que o aprendizado seja efetivo. São as raízes, as origens e não podem ser desprezadas, diz ela. Na palestra, Olvera lembrou o caso de uma professora que costumava colocar quadros dos próprios pais na sala de aula e os apresentava as crianças. Ela pedia para que os alunos também trouxessem, simbolicamente, os pais para a escola.
“Nessas horas, sempre tem alguma criança que diz: ‘Não conheço meu pai’. E ela respondia: ‘Mas eu conheço seu pai. Eu vejo ele bem aqui, na minha frente, porque você é a metade dele. Vamos desenhá-lo’.”
Segundo Olvera, muitos problemas escolares são resolvidos como mágica, quando as crianças fazem esse trabalho de trazer suas origens para a sala de aula.
“A criança que não consegue aprender matemática não consegue somar seu pai e sua mãe. As matemáticas são somas. Esse é o segredo da matemática. Todas as disciplinas têm seus segredos.”
É a consciência desses segredos por parte das professoras e professores, das mães e pais e da escola que faz com que as crianças tenham êxito no aprendizado.
“Essa é a solução dos problemas de todos os países porque o problema de todos os países é a educação”, completou.
Palestra Pedagogia Sistêmica. Fonte: Adriana Franzin / Portal EBC

Oração do Amor Próprio

TEXTO LIDO NA RODA DE CURA 

Oração do Amor Próprio

"Com carinho eu me cuido e me amparo a cada passo, a cada queda.
Sei que minha força se refaz no meu tempo e nele meu coração celebra.
Que eu não me critique ou me culpe, drenando assim minha própria energia.
Que eu saiba respeitar o meu tempo de florescer a cada dor, que eu possa também me permitir a alegria.
Que antes de cuidar do outro, eu olhe para a minha vida, regue o meu jardim para que a doação não me deixe um buraco e eu me sinta depois dolorida.
Que eu não abandone a mim mesma, esperando que alguém venha me salvar, ao invés disso que eu saiba me olhar com amor e me curar.
Que eu saiba primeiro me encontrar antes de me doar.
Que eu possa respeitar os meus próprios limites e aprender a dizer não quando essa é a minha real vontade e direção.
Nos erros que cometo, que eu possa me olhar com todo amor e compaixão, pois sei que faço e dou o meu melhor, que eu aprecie a auto gratidão.
Em cada Alegria celebro a grandeza de ser quem sou, sem querer ser uma imagem que pintaram de mim, esse tempo acabou.
Com carinho eu me curo e me amparo a cada passo, a cada queda. Sei que minha força se refaz no meu tempo e nele meu coração celebra."


terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Consultório Renovado

Estamos da casa nova ou melhor cara nova !!! O Espaço Família e Humanização passou por uma reforma para melhor receber seus alunos e clientes!

Aos clientes e alunos, sejam muito bem vindos em nosso espaço!






Entrevista TV Assembleia: Adaptação escolar e Volta às aulas

No dia 16/02/16, participei do Programa Panorama na TV Assembleia falando sobre:

                                   "Adaptação Escolar e Volta às Aulas".


Acredito que essa entrevista possa colaborar com aquelas famílias que estão passando por esse momento.

Segue o link da entrevista.  Confira!


https://www.almg.gov.br/acompanhe/tv_assembleia/videos/index.html?idVideo=1013445&cat=89

https://www.almg.gov.br/acompanhe/tv_assembleia/videos/index.html?idVideo=1013442&cat=89


Resultado de imagem para imagem voltas as aulas


 

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Formação em Terapia Familiar Sistêmica - 2016


Coordenação: Fernanda Seabra – CRP 04/18317
·         Psicóloga com formação em Terapia Familiar Sistêmica
·         Coordenadora do NASS- Núcleo de atendimento social sistêmico
·         Coordenadora de grupos de supervisão em terapia sistêmica
·         Coordenadora de cursos na área de educação

Proposta do Curso:
·         Preparar profissionais para atuarem em Terapia Sistêmica;
·         Promover o desenvolvimento do pensamento sistêmico;
·         Possibilitar a compreensão do padrão de funcionamento e história familiar tanto do terapeuta quanto do seu cliente;
·         Refletir sobre o trabalho / papel do terapeuta sistêmico;
·         Detectar disfunções familiares e criar recursos para a solução de problemas.

Público Alvo: psicólogos, assistentes sociais, psicopedagogos, médicos, enfermeiros e profissionais da área de saúde. Poderão realizar o curso, profissionais que trabalham com famílias, estudantes das áreas citadas e pessoas interessadas pelo pensamento sistêmico.

Duração: 
·         O curso é ministrado quinzenalmente com duração de duas horas cada aula.
·         Duração de 18 meses
·         O programa é flexível, podendo adiantar temas, fazer trocas, sempre de acordo com o andamento da turma.
·         Ao final do curso será oferecido o certificado para o aluno que tiver no mínimo 80% de frequência e aproveitamento das atividades propostas (resenhas de livros, filmes e tarefas).
·         As aulas que os alunos não puderem comparecer serão cobradas normalmente (são aulas dadas).
.

Investimento: taxa de matrícula – R$ 110,00 e mensalidades  no valor de R$260,00



Início:  01 de Agosto de 2016

Horário:  das 13:30 às 15:30h

                
Informações: Tel.: 8868-9455/ 2516-1648
                                 Rua: Ceará 195/302 Santa Efigênia
                                 e-mail: espacofamiliaehumanizacao@gmail.com
                               



    A matrícula só será efetivada após preenchimento da ficha de inscrição no site e confirmação de depósito da taxa de matrícula.





Programa do Curso de Formação em Terapia Familiar Sistêmica:



Pensamento sistêmico

·         Real x Ilusão
·         Polarização e despolarização
·         HCE x HCD – a comunicação de dois cérebros no trabalho clínico
·         Processo de humanização
·         Inconsciente – princípios da hipnoterapia Ericksoniana

Casais
·         Tipos de casais
·         Contratos, pactos e colusões na relação do casal.
·         Sexualidade - desenvolvimento psico sexual, disfunção sexual, desvios sexuais, homossexualismo, transtorno de gênero.


·         Famílias

               Hierarquia familiar                              
               Padrão de funcionamento                   
               Família funcional e disfuncional   
               A fabricação do membro sintomático                                                                                  
               Mitos – herança transgeracional         
               Segredo familiar                                
               Ciclos vitais                                                   
               Identidade de adulto
               FOT – família de origem do terapeuta
               Sobre atendimento de família e casais


   Terapia Familiar Sistêmica
•           A história da Terapia Sistêmica
•              Principais escolas
•              Entrevista
•              Ficha clínica
•              Planificação de atendimento
•              Hipóteses
•              Foco sistêmico
•              Contrato de terapia/vinculação
•              Pertinência
•              Tipos de intervenção
•              Resistência
•              Redefinição e reformulação.
•              Reformulação
•              O Terapeuta sistêmico
            Recursos sistêmicos para atendimento de famílias